Direção: Janaína Santa Cruz

Duração: 14’45”

Baia da Traição

2018

Trabalho de conclusão de curso de Janaina Silva de Oliveira na graduação em antropologia visual na UFPB CAMPUS IV, sobre homossexualidade indígena a partir de uma perspectiva moral, onde quatro personagens narram um pouco de suas experiências enquanto moradores de Aldeias do litoral Norte da Paraíba e também homossexuais.
Esta pesquisa foi desenvolvida no litoral Norte da Paraíba, no intuito de compreender como as questões morais se apresentavam nas relações sociais entre os moradores da região, que em sua maioria são indígenas, articulando esses fatores com a questão da homossexualidade, buscando descrever como se dá a relação entre os moradores locais, com outros moradores que são abertamente homossexuais, para tanto foi considerado de extrema relevância, a investigação sobre como o processo colonizador interferiu na moralidade, sexualidade e modo de ser das populações indígenas, contextualizando esses fatores com o percurso histórico vivido pelos índios no Nordeste do Brasil, utilizando como teoria base desde Fredrik Barth, João P. de Oliveira e mais recentemente Luiz Mott, procurei conhecer mais sobre a relação entre os rapazes homossexuais e os demais moradores, uma vez que eles pertencem ao grupo e convivem com essa moralidade rotineiramente, dando ênfase ao cotidiano do grupo e dos interlocutores a fim de melhor descrever e por fim apontar as características dessa relação.