Trata-se de um belíssimo trabalho, decorrente de pesquisa desenvolvida por L’Hosana Tavares (IFPI) sobre roupas de santo, como marcador da identidade das religiões de matrizes africanas. Através da exposição, composta por 20 bonecos paramentados com roupas dos Orixás cultuados no Brasil, ela apresenta o corpo e a indumentária como valioso instrumento para a desconstrução de preconceitos e de intolerâncias em relação aos cultos religiosos e rituais afro-brasileiros.

Local: CCTA/UFPB

Dias: de 04 a 06 de agosto – 30a. RBA

João Pessoa