O documentário apresenta uma prática cultural do sertão brasileiro, no estado de Alagoas: a cavalhada. A cavalhada é praticada por vaqueiros e tangerinos, empregados do dono da terra, que via de regra se confunde com a figura do “coronel”. A prática reproduz jogos de origem medieval que nas cores azul e vermelha remetem aos combates entre cristãos e mouros. Hoje, ao contrário do coronelismo que se adaptou às modernizações do estado e da política, a cavalhada está em declínio e alguns poucos cavaleiros mantêm viva a tradição.

Direção: Walcler Mendes Junior/ Pedro Simonard/ Juliana Michaello

Duração: 13′

2016